Como prevenir a Calvice

Em homenagem à classe de homens não tão raros assim, o Homem com H fará uma semana inteira de posts sobre o tema careca e falta de cabelo. Vem com a gente!

O começo do careca é a calvice, então respeitaremos o processo do ser careca e vamos acompanhar o progresso dos desprovidos de cabelo. Percebeu os primeiros sintomas da calvice? Corre que ainda dá tempo de uma boa prevenção.

Na maioria esmagadora dos casos, a calvice tem origem genética. É ao ler essa  frase que alguns homens abrem um sorrisinho cheio de superioridade só porque o pai deles não são calvos ou carecas. Pois é amigões, aqui vai uma notícia não muito legal para os que não sabem: sua mãe também pode te dar o gene dos carecas!
O “gene” da calvice pode não desenvolver a queda de cabelo em algumas mulheres que o possuem, mas, uma vez que a mãe passa o gene para o filho,  você filhão que tinha dado o sorrisinho no começo do post, pode começar a rever os seus conceitos!

como evitar a calvice

Além da pré disposição genética, a queda de cabelo pode ocorrer por falta de vitaminas, stress físico ou psíquico e também devido à outros hormônios que não o testosterona. Nesses outros casos, a prevenção e os tratamentos são mais eficazes. Mas, claro, tudo sempre varia de acordo com inúmeros fatores, por isso o mais indicado é que você procure um dermatologista especializado em queda de cabelo. (Sim, o dermatologista é o médico que cuida de cabelo, eu nunca tinha parado para pensar nisso)

Os primeiros sintomas perceptíveis da perda de cabelo aparecem logo após a puberdade, pois é quando a testosterona começa a influenciar em quase tudo relacionado às modificações do corpo do homem. Sabe aquela época em que a voz começa a engrossar e seu corpo começa a tomar um pouco de forma? Então, é aí, junto com o nascer da barba que começa o “morrer” dos cabelos (posso largar o blog e começar a escrever poesia?). Muitos homens já conseguem identificar a perda de cabelo aos 16 anos de idade. E quanto antes você começar o tratamento e adotar hábitos para prevenção da perda de cabelo, mais tempo os fios irão durar na sua cabeça. É importante ressaltar que, apesar de toda prevenção, aqueles que tem pré disposição genética para serem calvos ou carecas, uma hora ou outra efetivamente serão. É como nadar conta a correnteza, mas a prevenção é sempre uma forma de retardar a perda de cabelo. E, claro, é muito mais fácil prevenir que o cabelo caia do que fazer ele crescer novamente.

como prevenir a calvice

<momento sabedoria> A calvice é conhecida cientificamente por alopecia androgenética </momento sabedoria>

Assim como [quase] tudo na vida, a prevenção da calvice não possui fórmula mágica. Existem poucos remédios com comprovação científica de eficácia e, como todo remédio, a maioria possui “efeitos colaterais” com o uso a longo prazo. Os dermatologistas sugerem que o homem apenas faça o uso de medicamentos quando o cabelo efetivamente começar a cair. E eu, sugiro que você procure um dermatologista antes de recorrer ao uso de remédios que você tenha ouvido falar por aí.

Como não poderia deixar de ser, a dica principal para evitar a queda de cabelo é ter uma boa alimentação e manter hábitos saudáveis. Claro que se todos nós conseguíssemos praticar os tais “hábitos de vida saudável” que tanto dizem por aí, mais da metade dos nossos problemas de saúde estariam resolvidos. Então, vamos listar alguns hábitos específicos que você pode adotar na sua rotina

Dieta equilibrada

Siga uma dieta equilibrada balanceando os nutrientes e classes de alimentos conforme a orientação padrão. Sabe aquela pirâmide de recomendação de consumo alimentar? Aquela que todo nutricionista mostra para você (e é essa hora que você desiste de frequentar o nutricionista) …. Essa aqui, pronto. Então. Procure balancear o consumo e não cortar grupos alimentares por inteiro. Siga uma dieta nutritiva e evite pular refeições. Dica básica, meio manjada, mas essencial.

Evite hábitos “agressivos” no cabelo

Tratamentos para modificar a estrutura dos fios pode prejudicar o crescimento dos fios além de contribuírem para a queda dos fios saudáveis. Então evite o uso frequente de secadores, chapinhas e os processos alisantes nos cabeleireiros (como progressiva, relaxamento, etc.). Pintar os cabelos também é uma agressão aos fios devido à química, mas todos concordamos que dependendo da situação, não tem como não pintar. Mas a dica é optar pela alternativa dos shampoos tonalizantes antes de apelar para a tintura, além do mais, homem com cabelo grisalho é até fetiche para algumas mulheres. Existem alguns shampoos e tônicos capilares que prometem mil e uma maravilhas aos cabelos, mas tudo o que fazem é enfraquecê-lo. Novamente, não existe fórmula mágica, suspeite das promessas fáceis e opte por marcas conhecidas ou naturais.
Já falamos aqui, atualmente existe uma variedade de shampoos específico para homens e faz sim toda diferença.

Coma feijão

Não só o feijão, claro, mas os alimentos ricos em proteína de uma forma geral, como peixe, queijo, soja, etc. O folículo capilar (onde fica a raiz do fio de cabelo) é feito de proteína, por isso repor a proteína do corpo pode auxiliar na saúde dos seus folículos capilares.

Tome leite

Pois é, assim como o tópico acima, não só o leite, mas sim alimentos ricos em cálcio como iogurtes, queijos, linhaça, rúcula, couve, brócolis, etc. Além de fazer bem para os ossos, o cálcio serve como material preventivo, pois fortalece os fios de cabelo tornando-os mais espessos.

Estimule o couro cabeludo

Massagens feitas no couro cabeludo podem estimular a produção de fios, portanto, quando for lavar o cabelo, invista certo tempo massageando a cabeça. As massagens podem ser feitas como e quando bem entender, apenas não coloque muita força e não utilize as unhas. Procure fazer pressão com a “ponta dos dedos”, usando a parte em que fica as digitais dos dedos para “coçar” a cabeça.

E, claro, nada de excesso de bebidas e cigarros.

Você não se preveniu e a carequisse já apareceu por aí? Acompanhe a semana dedicada aos carecas do Homem com H e conheça os tratamentos viáveis.

Fonte

Deixe uma resposta