Neuróbica – Uma forma de exercitar o cérebro

Você já ouviu falar em Neuróbica? Apesar de ao ouvir o nome, a gente imediatamente pensar que é algo complexo e do interesse de poucos, isso não é verdade, pois é um conceito relativamente recente e que têm crescido bastante nos últimos tempos. É uma especie de exercício para a mente, que pode complementar as atividades físicas que já são praticadas no dia-a-dia de grande parte dos leitores do blog. O objetivo dessa prática é proporcionar, de uma maneira simples e equilibrada, uma melhora da capacidade cerebral.

Neurocientistas estão fazendo muitos estudos que revelaram que o cerebro humano possui uma capacidade extraordinária de crescer, além de mudar o padrão de suas conexões. Para fazer esses exercícios é bem simples, basta fazer pequenas mudanças nas atividades do cotidiano, ou seja, algo que o cérebro não esteja acostumado.

Para serem realizados os exercícios de neuróbica podem ser utilizadas várias combinações de sentidos, como por exemplo: olfato, visão, paladar tato e audição.

E por que a Neuróbica pode ser importante?

Além das informações citadas anteriomente, quando a pessoa realiza simples exercícios de neuróbica, circuitos que nunca são ativados da rede associativa do cérebro passam a ser utilizados. Isso representa uma maior possibilidade de arquivar informações na memória de longo prazo.

Exercícios

Como já dissemos, o desafio de fazer o que contraria o comum e a rotina é muito importante. Vamos a alguns exemplos:

– Ande pela casa de costas para frente

– Utilize o mouse do lado esquerdo (no meu caso do lado direito, pois sou canhoto).

– Escreva o seu nome, ou pequenas frases utilizando a sua mão que não seja a que você está acostumado.

– Se você constuma tocar violão ou guitarra, treine tocar do lado contrario do habitual.

– Use relógio de pulso no lado que você não está acostumado.

– Busque escovar os dentes com a mão contraria a que você utiliza normalmente

– Quando for trabalhar tente utilizar um caminho diferente do habitual

– Vista-se de olhos fechados

– Estimule o paladar com comidas diferentes, não tenha medo de experimentar sabores e comidas novas.

Cada um conhece bem a sua própria rotina e, com certeza, têm coisas que nós podemos mudar, fazendo o usual de modo diferente. Vale a pena estimular o cérebro, e pelos estudos da neuróbica, quanto mais você estimula o seu cérebro, mais saudável e mais ativo ele se torna.

 

Deixe uma resposta