Existe “Barriga de Cerveja”?

Vamos falar de um assunto que atormenta grande parte dos brasileiros, o consumo de cerveja dá barriga? Sendo um pouco mais claro, existe barriga de choop? Neste post vamos tentar entender o porquê de grande parte dos consumidores assíduos de cerveja possuírem a famosa barriguinha.

Primeiro ponto: entre as bebidas alcoólicas uma das que menos contém calorias é a cerveja, cerca de 140 kcal por lata. O whisky por exemplo, tem 500 calorias por dose.

Segundo ponto: A cerveja pode ajudar a reduzir a vontade de comer doce, se tornando uma espécie de substituta, mas se for consumida em excesso pode sim causar obesidade.

Terceiro ponto: A cerveja consumida com moderação, pode ser importante, pois além de fazer o papel de substituir os doces, ainda pode, coibir o consumo de petiscos entre as refeições.

O que é importante ficar claro é que a cerveja, como qualquer bebida alcoólica, quando consumida em excesso, causa o aumento da barriga. Ainda mais quando consumida junto com alguns petiscos ou porções.

Este aumento da barriga não se dá apenas por causa da cerveja e sim, pela vida sedentária que certos consumidores têm. Ou seja, uma pessoa que não pratica esporte, e ainda exagera na cerveja, possui grande risco de obesidade.

A barriga de cerveja então pode ser evitada se duas regras forem seguidas, são elas:

1-      Não exagerar na quantidade, principalmente se o consumo for diário.

2-      Não petiscar os famosos tira-gosto  enquanto consome cerveja, pois, quando você percebe já está repetindo a porção inúmeras vezes.

Agora, se você já possui essa barriga e quer perde-la não adianta apenas correr, ou fazer abdominais é preciso fazer uma reeducação alimentar, além da prática de esportes. Apesar de ser uma tarefa difícil, não é impossível e qualquer um consegue diminuir consideravelmente a tão indesejável barriga de cerveja, mas para isso é preciso muito suor e “fechar a boca” para exageros na alimentação.

Deixe uma resposta